Cegueira Facial: Entenda a Condição que Afeta o ator Brad Pitt

Parece ironia, mas um dos homens mais bonitos de todos os tempos pode passar a não reconhecer o próprio rosto. Ator revelou se sentir envergonhado com a dificuldade de reconhecer pessoas e conta sentir sintomas da doença desde 2013.

Em entrevista recente, o ator Brad Pitt revelou que sofre de prosopagnosia, popularmente conhecida como “cegueira facial”, a condição é caracterizada pela dificuldade de reconhecer pessoas ou objetos visualmente.

O que é a prosopagnosia?

O termo prosopagnosia é derivado do termo grego “gnosia” que significa conhecimento antecedido pelo prefixo de negação “a”, indicando “falta de conhecimento”, a doença afeta a percepção visual e dificulta o reconhecimento de pessoas, mesmo que do círculo de interação do indivíduo.

Dependendo do grau da condição, o indivíduo afetado pode não conseguir reconhecer o próprio rosto ou até mesmo distinguir um rosto de um objeto.

Como a doença surge?

Segundo o P.PhD em neurociências, Me Psicólogo e biólogo Dr. Fabiano de Abreu Agrela,  membro da Society for Neuroscience, a doença é causada por alterações cerebrais e pode ser resultante de doenças neurodegenerativas ou AVC.

“Acredita-se que a prosopagnosia seja o resultado de anormalidades, danos ou deficiências no giro fusiforme direito, uma dobra no cérebro que parece coordenar os sistemas neurais que controlam a percepção facial e a memória. A prosopagnosia pode resultar de acidente vascular cerebral, lesão cerebral traumática ou certas doenças neurodegenerativas.”

“Algum grau de prosopagnosia está frequentemente presente em crianças com autismo e síndrome de Asperger, em alguns casos é um distúrbio congênito, presente ao nascimento na ausência de qualquer dano cerebral, a prosopagnosia congênita parece ocorrer em famílias, o que torna provável que seja o resultado de uma mutação ou exclusão genética. ” Ressalta.

Tratamento para prosopagnosia

O tratamento da doença baseia-se na formulação de outras estratégias para auxiliar no reconhecimento facial de outras pessoas, normalmente usando outras características que não as feições para identificar um indivíduo.

“O foco de qualquer tratamento deve ser ajudar o indivíduo com prosopagnosia a desenvolver estratégias compensatórias. Adultos que têm a condição como resultado de acidente vascular cerebral ou trauma cerebral podem ser treinados novamente para usar outras pistas para identificar indivíduos.”  

“Eles costumam usar outras maneiras de identificar pessoas, como confiar na voz, roupas ou atributos físicos únicos, mas não são tão eficazes quanto reconhecer um rosto.” Afirma Dr. Fabiano.

Brad Pitt relatou que se sente desacreditado por buscar um diagnóstico comprobatório desde 2013 e contou sentir-se constantemente envergonhado devido à condição, o que o tem levado a se isolar em casa. Alguns estudos já foram realizados na área, no entanto, a condição ainda possui pontos que precisam ser elucidados, pensando nisso o Dr, Fabiano de Abreu está desenvolvendo um estudo para avaliar a razão de brasileiros de grandes cidades reconhecerem menos rostos que europeus de cidades pequenas.

Autoria: Dr. Fabiano de Abreu Agrela, é um PhD em neurociências, mestre em psicologia, licenciado em biologia e história; também tecnólogo em antropologia com várias formações nacionais e internacionais em neurociências.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.