6 Atividades Para Estimular a Coordenação Motora das Crianças nas Férias

Para muitos pais, principalmente para àqueles que não podem viajar, entreter as crianças durante as férias escolares pode ser um verdadeiro desafio.

Por isso, com a colaboração da fisioterapeuta Walkíria Brunetti, elaboramos uma lista com algumas atividades para estimular a coordenação motora grossa de forma lúdica e muito divertida.

“A coordenação motora grossa é a primeira a se desenvolver e diz respeito às grandes cadeias musculares. Esses músculos são responsáveis pelos movimentos de maior amplitude dos braços, pernas e corpo no geral. Dançar, saltar, jogar bola, correr, subir e descer degraus, por exemplo, são alguns movimentos que exigem a coordenação motora grossa”, explica Walkíria.

Além da coordenação

De acordo com Walkíria, as atividades que estimulam a coordenação motora grossa podem contribuir também para o desenvolvimento da orientação espacial, equilíbrio e ritmo. Confira agora as brincadeiras propostas pela especialista.


1-Amarelinha

A amarelinha é uma excelente brincadeira para treinar a coordenação motora grossa, bem como o equilíbrio. Isso porque é preciso pular em um pé só. Outro benefício é o treino da coordenação olho-mão nos momentos de jogar a pedra nos numerais.

A noção espacial é usada quando a criança pula de um quadrado para o outro. O ritmo corporal também é trabalhado quando a criança precisa planejar em qual casinha ela vai pular. Por fim, os saltos são ótimos exercícios para fortalecimento dos músculos das pernas.

Como muitas pessoas moram em apartamentos, a dica é usar materiais que não danificam os pisos. Fitas de cetim e barbante, por exemplo, são algumas opções. Uma alternativa é comprar a amarelinha em EVA ou outros materiais. Com isso, basta colocar no chão e brincar.

2- Pular corda 

Certamente, pular corda é uma das brincadeiras mais comuns e divertidas da infância. Para além disso, é uma excelente ferramenta para o treino motor. Ao praticar a atividade, a criança precisa coordenar os movimentos das pernas e dos braços.

Pular corda também ajuda no desenvolvimento da orientação espacial, do ritmo corporal e, claro, no fortalecimento dos músculos dos membros inferiores. Outro benefício é que ao saltar para frente e para trás, de um lado para o outro, por exemplo, aprimora a lateralização, habilidade essencial para o aprendizado da escrita.


3- Movimentos dos animais

Imitar o movimento dos animais pode parecer uma brincadeira simples, mas não é! Na verdade, é um excelente modo de treinar a força, agilidade e equilíbrio.


Entre os animais que podem ser imitados estão o sapo, o urso, o cachorro, o canguru, o coelho! Use sua imaginação e pense em animais cujos movimentos exijam um esforço muscular maior e sejam mais complexos.

Uma dica é mostrar o animal para a criança por meio de um vídeo ou de fotos para que ela possa entender melhor a brincadeira.

4- Corrida de obstáculos

As crianças gostam de desafios! Assim, crie uma “corrida de obstáculos” com algum tipo de prêmio no final. Use sua criatividade para aproveitar o que você tem em casa.

Vale usar as almofadas do sofá, cordas, cadeiras, banquinhos, malas, panelas etc. A ideia é criar um circuito no qual a criança irá precisar saltar, andar num pé só, pular com os dois pés, se arrastar e realizar movimentos mais amplos até chegar no final do circuito.

5- Jogo das 5 marias

O jogo dos saquinhos, ou mais conhecido como jogo das 5 marias, é ótimo para treinar a coordenação motora grossa dos braços.

Para jogar, é preciso arroz, pedaços de tecido e cola quente para fechar os saquinhos, que também podem ser costurados.

Cada saquinho deve ter uma medida de aproximadamente 11x 8 cm. Depois, coloque o arroz dentro para ficar parecido com um travesseiro em miniatura. Costure ou cole. É possível jogar sozinho, em dupla ou com mais pessoas.

Para começar o jogo, espalhe os saquinhos numa superfície de modo que não fiquem nem muito longe, nem muito perto uns dos outros. O primeiro jogador vai jogar um saquinho para o alto e, com a mesma mão, pegar outro da mesa, sem o primeiro caia na mesa

Em seguida, o jogador vai jogar os dois saquinhos que já pegou e tentar pegar mais um. Ao deixar cair, passa a vez para o próximo jogador. Ganha quem conseguir pegar o maior número de saquinhos.

A dica aqui não é a competição em si, mas o exercício de conseguir ser ágil e trabalhar a coordenação visomotora.

 6- Vai e vem

O vai e vem é um brinquedo antigo, mas muito bom para treinar a coordenação motora dos braços. A brincadeira envolve o cálculo de direção, o impulso e a força necessários para fazer a esfera ir e voltar. O vai e vem pode ser encontrado em lojas físicas e online, a partir de R$ 10.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *