Como preservar a fertilidade?

O que fazer para mantê-la no futuro?

O Centro de Reprodução Humana Nilo Frantz realiza no dia 6 de novembro (terça-feira), às 19h30min, um encontro com os especialistas em reprodução assistida: Nilo Frantz e Marcos Höher, no próximo “Papos e Ideias”, promovido pela Livraria Saraiva, no Moinhos Shopping, em Porto Alegre, para esclarecer dúvidas e orientar sobre os cuidados que devemos ter para manter a fertilidade no futuro e as novas técnicas para preservar a fertilidade, em casos de câncer, ou nas situações em que as mulheres precisam postergar a maternidade. “Se a mulher chegar aos 35 anos sem engravidar naturalmente, ela poderá contar, com diversas opções de tratamento que poderão auxiliá-la. Para cada caso há uma indicação terapêutica desde uma indução da ovulação à fertilização in vitro”, explica o especialista em reprodução assistida Nilo Frantz.

A decisão de ter filhos mais tarde, fenômeno global, no Brasil também é reflexo do aumento da expectativa de vida feminina, que passou de 65.7 há 30 anos para 76.7 nos dias atuais, de acordo com dados estatísticos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Outra constatação, hoje o período em que a mulher não é fértil já ocupa mais de um terço da sua vida.

Adiando o sonho

Poucas mulheres com câncer em idade fértil se preocupam com a capacidade reprodutiva e buscm preservá-la. O que reflete a desinformação sobre o assunto nos consultórios médicos. A Infertilidade é uma das principais sequelas da quimioterapia e pode se tornar um desconforto considerável para a paciente, embora elas possam adquirir a maternidade com a adoção de embriões e ovócitos (óvulo ainda não fecundado), muitas desejam ter filhos biológicos.

O congelamento de óvulos apresenta uma média de 90% de taxa de sobrevivência, podendo oferecer bons resultados de gravidez no futuro. Uma das vantagens da técnica é que em relação ao congelamento de embriões, existem menos implicações éticas e jurídicas.

O primeiro passo consiste na estimulação ovariana realizada através do uso de medicamentos a base de hormônios gonadotróficos ocasionando o crescimento dos folículos ovarianos. Este crescimento é acompanhado através da ultrassonografia e quando os folículos alcançam o tamanho adequado, é agendada a coleta dos óvulos. Estes óvulos são levados ao laboratório onde será escolhida a técnica de criopreservação adequada. O procedimento final mantém os gametas à temperatura de -196 ºC, em nitrogênio liquido por tempo indeterminado.

Serviço:

Palestra: Como preservar a fertilidade? O que fazer para mantê-la no futuro?
Data: 6 de novembro (terça-feira)
Horário: 19h30min
Local: Livraria Saraiva (Shopping Moinhos/Rua Olavo Barreto, 36/3º andar) – Porto Alegre – RS
Informações: (51) 3222-4722

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.