Eu apoio leite materno

Veja como participar da campanha #EuApoioLeiteMaterno

Com toda certeza, eu não sou o único profissional que fala sobre aleitamento materno.

Com toda certeza, eu não sou a pessoa que mais conhece aleitamento materno.

Com toda certeza, talvez eu nem seja a pessoa mais qualificada para divulgar o aleitamento materno.

E daí, né?

Com tudo o que tem sido feito até hoje, e apesar de termos muitos profissionais que falam sobre aleitamento materno, muitas pessoas que conhecem mais aleitamento materno do que eu e muita gente mais qualificada do que eu para divulgar o aleitamento materno, as últimas estatísticas que temos mostram que:

  • A média de aleitamento materno exclusivo no Brasil é de 51 dias;
  • Apenas 41% das crianças estão em aleitamento materno aos 6 meses;
  • Apenas 9% das crianças estão em aleitamento materno exclusivo aos 6 meses;
  • A mediana de duração de aleitamento materno no Brasil é de 11 meses e 20 dias.

E olha que a recomendação (OMS, SBP, Ministério da Saúde, UNICEF, AAP entre muitos outros) é muito, muito, muito simples e clara:

ALEITAMENTO MATERNO:

  • Desde a primeira hora de vida;
  • Exclusivo e em livre-demanda até o 6º mês;
  • Estendido até 2 anos ou mais.

O que está acontecendo? O que falta?

A primeira semana de agosto é dedicada ao aleitamento materno no mundo:

SEMANA MUNDIAL DE ALEITAMENTO MATERNO.

Tema desse ano: “Breastfeeding and work: Let’s make it work”.

E essa já é a 23ª semana mundial.

Agosto Dourado: uma proposta para se falar e divulgar o aleitamento materno. Manaus já está em andamento com esse projeto.

Assim, a partir de 10 de maio de 2015, com toda a ousadia, mas também com toda boa vontade e pureza de propósitos do mundo, proponho a criação do Ano Dourado. Isso mesmo. Será o primeiro de muitos anos em que vou falar diariamente a respeito de aleitamento materno.

E com isso, a ideia é a criação de um movimento que traga muitas mães, muitas famílias, muita gente, muitos grupos, muitos sites, a sociedade, a mídia, o governo a se sensibilizar com o aleitamento materno.

#euapoioleitematerno

EU APOIO O LEITE MATERNO

#euapoioleitematerno

Que tal se durante um ano (10 de maio de 2015 a 10 de maio de 2016) pudéssemos abordar, todos os dias, e inundar o país de leite materno?

Convido a todos os que queiram se juntar a esse movimento para que participem, apoiem, divulguem todas as atividades que estaremos propiciando para as mães, buscando a sensibilização e o empoderamento em relação ao aleitamento materno.

Vamos tocar em todos os assuntos, acolher as ideias, unir esforços, cutucar feridas. Todos juntos. Mas não vamos deixar um dia sequer sem falar algo sobre aleitamento materno.

Orientação sobre aleitamento desde o pré-natal, mais hospitais amigos da criança, menos mamadeiras com fórmulas infantis nas maternidades, aleitamento na sala de parto, pediatras e outros profissionais de saúde mais conscientizados sobre a importância do aleitamento, mães amamentando quando e onde quiserem, sem serem julgadas ou até humilhadas por conta disso, uma licença-maternidade real de 6 meses, uma licença-paternidade menos indigna (atuais 5 dias), creches, salas nas empresas para retirada e estocagem adequadas de leite materno, estímulo e divulgação dos bancos de leite, uso de medicamentos e substâncias pelas mães que sejam compatíveis com a manutenção do aleitamento.

E poderíamos ficar aqui por horas, dias, meses e anos propondo estratégias para o estímulo adequado ao aleitamento.

Que fique muito claro. A ideia é estimular, sensibilizar, de forma positiva e sem agressões, sem ameaças, sem discriminações o aleitamento materno. Quem quiser pode se juntar ao movimento. Mães que amamentam e mães que não amamentam têm a mesma voz. Ninguém é menos mãe ou mais mãe por amamentar.

INFORMAÇÃO. Esse é o segredo. Quem não amamentou ou não amamenta hoje pode, em uma próxima gestação, vir a amamentar. E mesmo que não haja uma próxima oportunidade, qualquer mãe, qualquer mulher, qualquer pessoa (inclusive homens) podem ser multiplicadores e ajudar nesse caminho.

No nosso blog doEu apoio leite materno, disponibilizaremos nossas atividades, condições e dicas para apoio e até para patrocínio para quem se interessar. Muitas atividades programadas, muitas mídias envolvidas.

E cada apoio será comemorado e estimulado. E quem quiser postar uma programação, uma atividade, não se acanhe. Encaminhe. Teremos o maior prazer em divulgar. Ao final de um ano, vamos avaliar quantas pessoas novas foram atingidas. Vamos não só fazer a diferença. Vamos ser a diferença.

Declaro então, nesse dia 10 de maio de 2.015, Dia das Mães, abertas as atividades do nosso movimento EU APOIO LEITE MATERNO#euapoioleitematerno.

CONTATO:

Blog:https://euapoioleitematerno.wordpress.com/

Twitter:https://twitter.com/euapoioLM

You Tube:https://www.youtube.com/channel/UCO4FQEdV9YsUot5lx25sbLg/feed

Instagram:https://instagram.com/euapoioleitematerno

Facebook:https://www.facebook.com/euapoioleitematerno

Dr. Moises Chencinski

Formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo com título de especialista em pediatria pela Associação Médica Brasileira (AM...

Veja o perfil completo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.