Lancheira Saudável com Alimentos que Auxiliam no Desenvolvimento Cognitivo das Crianças

Aprenda a montar uma lancheira saudável com alimentos de que auxiliam no desenvolvimento cognitivo das crianças

Ter uma alimentação saudável é essencial para a saúde, pois esse hábito mantém o sistema imunológico em dia e, no caso das crianças e adolescentes, contribui para o desenvolvimento cognitivo. Para o retorno das aulas presenciais, por exemplo, é possível organizar a lancheira com comida de verdade: que ofereça nutrientes necessários para suprir parte das necessidades diárias, o ideal é planejar os preparos com alimentos sazonais e, se possível, incluir os orgânicos. 
 
“É importante que as práticas alimentares saudáveis sejam desenvolvidas no ambiente familiar e nas escolas também, porque asseguram saúde e impactam no fator cognição: desenvolvimento na aprendizagem e automaticamente rendimento escolar”, destaca Isabel Bonfim, docente da área de nutrição e gastronomia e alimentação do Senac São Paulo. 
 
O cardápio deve ser variado e equilibrado, considerando as proteínas animal e vegetal, carboidratos, hortaliças, frutas e oleaginosas. Variar as texturas, sabores e elaborar um cardápio colorido são opções que tornam a alimentação mais atrativa. Uma regra importante: quanto mais colorido for o prato, mais benefícios nutricionais ele terá. 
 
Para facilitar nesse processo de uma rotina mais saudável e evitar o consumo de industrializados, por exemplo, Isabel separou algumas opções de cardápios para compor a lancheira e duas receitas que podem ser utilizadas como recheio para sanduíches. Confira:
 
Tenha o congelador como aliado
 
Com a correria do dia a dia, tudo que for mais prático é bem-vindo! Há receitas que podem ser preparadas e congeladas em porções para facilitar a rotina, a exemplo de alguns bolos, pães e tortas salgadas. Um dia antes do consumo, é só descongelar em refrigeração. 
Polpas de frutas também podem ser congeladas e utilizadas para o preparo de sucos e algumas receitas. Vale destacar que é importante considerar o transporte em uma bolsa térmica para preservar a qualidade do alimento.

Sugestões para variar o cardápio:

•	Salada de frutas, iogurte natural, pão integral com pasta de queijo, tomate, nozes picadas, escarola e suco natural;
 
•	Pão integral, creme de ricota, alface, rúcula, erva-doce picada, suco natural e fruta individual;
 
•	Torta caseira ou quiche de legumes (utilize no preparo farinhas integrais), água de coco e fruta individual;
 
•	Bolo com frutas (maçã, banana, coco fresco, abacaxi em cubos...) e suco natural;
 
•	Palitos de legumes: cenoura, pepino e tomate com toque de azeite, pão sírio, suco natural e fruta individual; 
 
•	Pão caseiro, recheio de Húmus (pasta de grão de bico) ou Babaganuche (pasta de beringela), suco natural e fruta individual; 
 
•	Quibe vegetariano (carne substituir por abóbora), suco natural e fruta individual;
 
•	Focaccia com alecrim e tomatinhos, suco natural e fruta individual.

Babaganhuche para rechear
 
Ingredientes:
2 beringelas
½ xícara de chá de azeite extra virgem
2 colheres de sopa de molho tahine
2 limões Taiti
1 colher de chá de sal
2 dentes de alho
½ maço de hortelã
 
Modo de preparo: 
1. Lavar os ingredientes. 
2. Sanitizar o limão, alho e a hortelã. Espremer o suco do limão, descascar o alho e reservar. 
3. Picar a hortelã com os talos que serão processados com a berinjela. Reservar. 
4. Cortar as berinjelas no sentido vertical. Colocar em uma forma com a casca para cima. Furar as berinjelas e regar com azeite. Levar ao forno em temperatura de 180º C até dourar levemente ou com o auxílio de um garfo, espetar as berinjelas na boca do fogo para dourar levemente por igual. Retirar a casca. 
5. Deixar esfriar. 
6. Processar as berinjelas no liquidificador com o molho de tahine, limão, sal, alho, hortelã picada e a água. 
7. Porcionar em recipiente com tampa e manter em refrigeração até o momento de servir. 
8. Decorar com folha de hortelã. 
Sugestão: Pão integral para acompanhar.
 
Pasta de frango com amêndoas trituradas*
Ingredientes: 
1 peito de frango pequeno
1 ½ colher de sopa de açafrão
1 colher de sobremesa de sal
1 litro de caldo de galinha caseiro
1 colher de chá de pimenta branca moída 
2 dentes de alho 
2 limões Taiti 
2 colheres de sopa de amêndoas torradas e trituradas
 
Modo de preparo: 
1. Lavar o alho, limão, cebolinha e salsinha. Picar o alho, espremer o suco de limão e picar a cebolinha. 
2. Sanitizar a salsinha e picar bem. Reservar em refrigeração. 
3. Temperar o peito de frango com açafrão, sal, alho e o suco de limão. Deixar marinar por 20 minutos em refrigeração. 
4. Em panela de pressão, selar o peito de frango. Acrescentar a cebolinha. Cobrir com o caldo de galinha e cozinhar em fogo médio por 15 minutos. 
5. Após finalizar a pressão, processar o frango ou desfiar bem. 
6. Em um uma tigela, acrescentar o frango, as amêndoas e o queijo. 
7. Porcionar em recipiente com tampa. Decorar com salsinha e manter em refrigeração até o momento de servi. 
8. Cortar o pão, regar com azeite e salpicar alecrim. Levar para dourar no forno. 
*Essa pasta também pode ser feita com cenoura. Para isso, utilize duas cenouras no lugar frango, rale os vegetais na parte grossa do ralador, acrescente cebolinha e hortelã a gosto.
Isabel Bonfim, docente da área de nutrição e gastronomia e alimentação do Senac São Paulo. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.