Melasma tem cura? Tem tratamento?

Condição provoca surgimento de manchas escuras na pele da face e afeta principalmente mulheres

O melasma é uma condição caracterizada pelo surgimento de manchas escura na pele, principalmente na região da face, pescoço, colo e braços. As mulheres entre 25 e 30 anos são as mais afetadas, todavia, também pode ser vista em homens. 

As causas do surgimento do melasma são múltiplas: “existem diversos fatores relacionados ao surgimento do melasma, todavia está principalmente relacionado à predisposição genética e exposição solar. Outros fatores são o uso de anticoncepcionais e algumas medicações, além de questões hormonais”, explica o dermatologista, nutrólogo e especialista em estética Rafael Soares 

Melasma tem cura? “O melasma não tem cura por ser uma condição genética. Mas é possível tratá-lo e controlá-lo com resultados extremamente eficazes”, constata o médico. “Acompanhando o tratamento de inúmeros pacientes sempre abordo a associação de tratamentos IN & OUT e múltiplas terapias para obter resultado satisfatório”, relata o especialista em dermatologia e estética.

Ao tratar pacientes que sofrem de melasma, Rafael Soares destaca que a alimentação é fundamental no tratamento: “cuidado com a alimentação para evitar a inflamação e aumentar as manchas. É necessário usar proteção com cremes exclusivos que blindam a pele, clareadores e tratamentos adequados ao seu perfil”, salienta. 

Segundo o dermatologista, o tratamento para melasma deve ser individualizado conforme a pele da paciente. Os resultados de um tratamento disciplinado oferecem múltiplos benefícios: além de melhorar a aparência das manchas, sua ação também irá beneficiar a textura da pele.

Dr. Rafael Soares

Médico pela Universidade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre, com título de especialista em dermatologia pela Associação Médica Brasi...

Veja o perfil completo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.