Observar as Atitudes e Habilidades da Criança e do Que Ela Gosta para Escolher o Esporte Ideal.

Mas, segundo os médicos ortopedistas Dr. Pedro Baches Jorge e Dr. Bruno Takasaki Lee, ambos de SP, o mais importante além de respeitar os gostos, escolhas, capacidades corporais e personalidades a segurança vai além: apesar ter existirem vários pontos a favor da atividade esportiva, eles lembram que distensões, luxações, fraturas fazem parte dos riscos e é preciso atenção para preveni-las.

“As lesões nas atividades esportivas, na maioria das vezes, se devem a treinos incorretos, repetitivos onde há o excesso de atividades e falta de preparo adequado”, afirma Dr. Pedro. No entanto, Dr. Bruno, mostra que com medidas de segurança necessárias é possível que as crianças pratiquem esportes sem correr tantos riscos.

Os médicos listam as regras de ouro para a prática segura também endossadas pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP):

  • Antes de praticar qualquer atividade física, é muito importante levar a criança ou adolescente a um médico do esporte para fazer uma avaliação global.
  • Depois do ok do médico, o acompanhamento de profissionais habilitados é de suma importância para treinar de forma adequada os gestos esportivos como cair, saltar, por exemplo, além da orientação do esporte, pois a prática exagerada ou mal orientada pode causar lesões.
  • Todo esportista deverá ser avaliado pelo médico antes de iniciar as atividades;
  • O tipo de esporte deve ser escolhido de acordo com a idade, o crescimento (peso, altura), o desenvolvimento global, as características, a habilidade e a preferência da criança e/ou do adolescente;
  • Os equipamentos de proteção devem ser usados, pois são indispensáveis para as atividades esportivas. Entre eles, estão capacete, luvas, protetores de joelhos, cotovelos e genitália;
  • A prática esportiva deve ser realizada com a presença de treinador capacitado e responsável para maior segurança;
  • Os locais para prática de esportes não devem ser improvisados ou inadequados, pois isso aumenta muito o risco de lesões;
  • O atleta deve usar roupas e calçados apropriados ao esporte e manter-se bem hidratado, usando protetor solar para a prática esportiva sob o sol;
  • É importante conhecer as regras do esporte, fazer aquecimento adequado e evitar treinamentos excessivos para sua idade e capacidade.
  • A atividade só deve ser realizada se a criança e/ou adolescente estiver em boas condições de saúde.

Médicos Ortopedistas Dr. Pedro Baches Jorge e Dr. Bruno Takasaki Lee

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.