5 Motivos para se Exercitar Mais de Leve e Perder Mais Medida

Quanto mais atividade física se pratica, mais se queimam calorias. É isso o que todo mundo acredita, mas nem sempre significa que quanto maior o tempo ou a intensidade do exercício mais peso se perderá.

Nos últimos anos, diversas pesquisas e estudos já demonstraram que a relação entre exercício e emagrecimento precisa ser analisada periodicamente — e individualmente. Mas, para entender a dinâmica disso tudo, o médico especialista em medicina esportiva e emagrecimento, Dr. Walid Nabil Ourabi, da capital paulista, explica que quanto mais intenso for o treino, mais fome a pessoa pode sentir e o grande problema é a conta não fechar, ou seja: consumir mais calorias do que se queima.

Por isso, para emagrecer, cerca 45 a 60 minutos de exercícios moderados feitos diariamente podem ajudar – e muito. Abaixo, Dr. Walid listou 5 motivos que podem animar as idas à academia.

  1. Evita o câncer

Uma revisão feita pela JAMA Internal Medicine confirmou que o exercício moderado ajuda a aumentar a atividade de certas células do sistema imunológico que têm como alvo as células cancerígenas e concluiu que cerca de 46 mil casos de câncer nos Estados Unidos podem ser evitados a cada ano se a maior parte da população americana caminhasse por cerca de 45 minutos por dia. O trabalho, que analisou a incidência de câncer e os hábitos de atividade física de quase 600 mil homens e mulheres americanos em todos os estados e no Distrito de Columbia, descobriu que cerca de 3% dos casos de câncer comuns nos Estados Unidos estão fortemente ligados à inatividade.

2. Os quilos que se vão não voltam mais

Ainda nos EUA, o Registro Nacional de Controle do Peso do país, revelou que quem perdeu pelo menos 13,5 kg e não os recuperou no decorrer de um ano. “Vale lembrar que isso só vale para quem muda o estilo de vida”, afirma o médico.

3. Ajuda no trato intestinal

Auxilia a evita a prisão de ventre porque estimula o sistema imunológico, ajuda a prevenir a obesidade, melhora a saúde mental e gera descargas de adrenalina que impulsionam o indivíduo para realização de outras atividades.

4. Fica mais fácil para criar o hábito

Para os assíduos e amante da atividade física intensa, os exercícios leves e fáceis são desestimulantes, mas os que ainda precisam inserir atividades na rotina, vale lembrar que o importante não é a prática, mas sim o hábito.

5. Como saber se o treino está leve, intenso ou moderado?

O exercício moderado é aquele que é possível consegue fazer mantendo uma conversa, mas fica um pouco ofegante. Se estiver conversando muito fácil, está leve demais e, impossível de falar, é porque já passou para o intenso.

Dr Walid Nabil Ourabi

CRM-SP: 160.902 / RQE: 83314Título de Especialista pela Sociedade Brasileira da Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE).Membro da Soci...

Veja o perfil completo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.