Artrite em crianças

 

Artrite não é doença só de idoso

Diferentemente do que as pessoas imaginam, a artrite não é apenas doença de “vovó” e pode atingir crianças com até menos de um ano de vida. A artrite que atinge as crianças com menos de 16 anos de idade é chamada de Artrite Reumatóide Juvenil.

Essa é uma doença crônica que ataca desde os recém-nascidos até os adolescentes de 16 anos. Os sintomas que as crianças com artrite reumatóide juvenil apresentam são: febre alta, dor, rigidez e inchaço nas articulações.

Se não tratada adequadamente, a doença pode interferir no crescimento, causando prejuízos às articulações e levando a criança à deficiência.

A febre normalmente é intermitente e aparece mais ao anoitecer e debilita muito a criança. Devido à febre e a dor, a criança pode ficar irritada. Há diminuição do apetite, cansaço e perda de peso.

Infelizmente, a doença não tem uma causa conhecida. Estudam-se fatores hereditários, infecciosos, alterações genéticas, imunológicas e endócrinas. Acomete na maioria dos casos crianças de 18 meses a três anos de idade, sendo a maior incidência é nas meninas.

Qualquer tipo de artrite reumatóide juvenil pode interferir no crescimento da criança. Essa doença pode levar a deformidades e, assim, prejudicar a função das articulações da criança.

Minimizando o problema – Quanto mais articulações afetadas, pior será o prognóstico. O tratamento consiste em diminuir ao máximo as seqüelas que podem acometer as crianças com artrite reumatóide juvenil e não deixar que a sua vida social seja afetada.

O tratamento deve ser feito por uma equipe multidisciplinar, que alia medicação, fisioterapia e exercícios. A cirurgia pode ser uma das saídas para casos mais graves.

Existem três tipos de artrite em crianças. A oligoarticular, a poliarticular e a sistêmica. A oligoarticular afeta até quatro articulações. Já a poliarticular acomete cinco ou mais articulações e a sistêmica é a forma mais grave e acomete apenas 20% dos casos das artrites juvenis.

Cuide dos olhos – Atenção redobrada principalmente às meninas, que podem apresentar uma inflamação da íris que é detectada apenas realizando um exame oftalmológico.

A iridociclite, como essa inflamação da íris é chamada, pode causar cegueira e por isso toda criança que apresentar a artrite reumatóide juvenil deve fazer acompanhamento com oftalmologista também.

Dicas

Ao menor sinal de articulação inchada ou a criança reclamar de dor nessas regiões, procure um médico.

Não se assuste! Os sintomas normalmente desaparecem com tratamento adequado.

Siga corretamente todas as orientações médicas e de exercícios a serem realizados mesmo que seu filho reclame. Peça ajuda caso seu filho sinta muita dor ao realizar os exercícios indicados.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.