Aumento 166% de Chances de Pacientes Pós- Covid Desenvolverem Diabetes.

Medicina preventiva é a chave da saúde em tempos de pandemia!

A primeira coisa que devemos lembrar é que estamos, há dois anos, em uma guerra mundial contra o Covid e suas variantes, sem contar com o surto de gripes. Hoje, a palavra-chave é prevenção – termo velho, mas agora as pessoas estão dando mais valor. Com a Ômicron, na qual é mais contagiosa, é difícil é não pegar o vírus, infelizmente. Mas podemos preparar o nosso sistema imunológico e passar por esse problema sem muitos riscos.

“Máscara, vacina em dia, alimentação correta, fazer exercícios físicos regulamente, dormir bem, viver em harmonia sem estresse contribuem para o fortalecimento de todo organismo”, explica o médico preventista (especializado em clinica geral de família), Dr. Carlos Machado – autor do livro “ Você é o que você come”.

Dr. Carlos afirma que o pós- Covid é preocupante. Por exemplo, menores de 18 anos, infectados pelo coronavírus, têm 166% mais chances de desenvolver diabetes, segundo pesquisa do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), pois com a infecção o vírus pode atingir às células do pâncreas diretamente, prejudicando a produção natural de insulina.

“Esse é um dado alarmante entre as crianças e jovens. Sabemos também que no pós- Covid temos sequelas diversas, entre as quais que podem permanecer meses, como perda e mudança do olfato, paladar, aumento na queda de cabelo, lesões na pele, fadiga intensa, dores e fraqueza nos músculos, além do estresse e dificuldade de respirar e voltar às atividades do dia a dia. Por isso, é fundamental o acompanhamento clínico para não se automedicar e acabar sobrecarregando algum órgão vital ou até se intoxicando com o mau uso de remédios sem indicação de um médico de confiança”, finaliza Machado.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.