Bicicleta sem pedal? Confira curiosidades sobre bikes infantis

“balance bikes”

Na infância, um dos momentos mais emblemáticos para milhares de crianças é quando recebem uma bicicleta. Colorido e, por muitas vezes, com rodinhas, o brinquedo estimula o corpo e garante um senso de liberdade para o desenvolvimento do pequeno.

Existe bicicleta sem pedal?

O título do tópico pode soar estranho e até surpreendente. Mas, sim, bicicleta sem pedal vem se popularizando no Brasil. As chamadas ‘balance bikes’ auxiliam no equilíbrio das crianças, pois, elas impulsionam o meio de transporte por meio das pernas, aprendem a distribuir corretamente o peso e diminuem o risco de quedas. Elas são opções certeiras às primeiras idades, pois, facilitará a transição para um modelo maior e com pedais.

Como saber o tamanho ideal?

Diferentemente das bicicletas para adultos que são medidas pelo tamanho do quadro, as infantis são calculadas de acordo com o diâmetro da roda. A idade e a altura são fatores que auxiliam na escolha da faixa ideal. Por exemplo, entre dois e três anos e altura de 91cm a 1m, o aro 12” é a melhor indicação.

De quatro a seis anos e altura que varia de 1,05m a 1,22m, o aro sobe para 16”. De seis a oito anos e 1,20m a 1,40m, recomenda-se o aro 20”. De oito até 12 anos, o aro 24” é indicado para quem tem entre 1,25m e 1,55m.

Toda bicicleta é igual? Não. Existem diversos modelos e especificações dependendo do uso. No caso das bicicletas híbridas, por exemplo, o pneu possui menos cravos baixos nas laterais (ou até não possuem) e é mais liso no meio. O objetivo, no caso, é dar mais conforto e foco. No caso da mountain bikes, algumas possuem garfo com suspensão para aliviar os impactos. Mas, lembre-se: capacete, luzes de iluminação e um adulto por perto são fundamentais para evitar acidentes e tornar a prática de pedal mais simples

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *