PCR na saliva é alternativa para crianças

Ainda estamos em um cenário de pandemia e por diversas razões nossas crianças devem fazer testes para COVID em casos de sintomas gripais. Como um dos principais pontos de reclamação e preocupação dos pais é justamente o desconforto da raspagem do nariz e garganta dos pequenos com o famoso cotonete, que hoje já temos a possibilidade do teste na saliva, que possui sensibilidade semelhante para a detecção do vírus.  

O desconforto causado pelo famoso cotonete (swab) para raspagem das mucosas do nariz e garganta no teste PCR para a COVID-19 é uma das principais reclamações das crianças que precisam se submeter ao exame. Mais sensível, esse tipo de teste vem sendo requisitado por diversos locais, como nas escolas, no caso de sintomas gripais. A boa notícia é que já está disponível no Brasil o teste PCR para SARS-CoV-2 em amostras de saliva, ou seja, sem a necessidade do uso do swab. 

O exame, mais simples e prático, utiliza a mesma plataforma que já vinha sendo usada para as amostras de nasofaringe e garante resultados tão satisfatórios quanto do teste de raspagem. “O PCR é o teste considerado como padrão para diagnóstico da infecção pelo SARS-CoV-2 por ser o mais sensível e específico. O PCR na saliva possui o mesmo desempenho do teste realizado com o swab”, explica o patologista clínico Helio Magarinos Torres Filho, diretor médico do Richet Medicina e Diagnóstico (RJ) e presidente da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial – RJ (SBPC/ML-RJ). Indolor e mais confortável, o material é coletado pelo próprio paciente, em frasco específico fornecido pelo laboratório.

“Em sintomáticos o exame possui maior sensibilidade entre o terceiro e o quinto dia após o início dos sintomas. Já em assintomáticos, o ideal é fazer entre 5 e 10 dias após a exposição de risco”, explica o especialista. Para fazer o exame é necessário realizar higienização da boca e dos dentes uma hora antes da coleta e manter jejum após higienização.

O PCR em amostra da saliva apresenta a possibilidade da versão tradicional ou rápida, com grau de sensibilidade semelhante ou até superior aos testes moleculares tradicionais. O resultado sai em até 48 horas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.