Cruzar as Pernas não Causa o Surgimento das varizes, explica Cirurgião Vascular

O movimento pode ser sensual e revelador, mas ganhou fama de vilão na estética e na saúde.

Afinal, a cruzada de pernas pode revelar mais do que se deseja e, segundo o imaginário popular, é também uma das responsáveis pelo aparecimento da celulite e das varizes. Mas o cirurgião vascular Dr. Caio Focássio, da capital paulista, desvenda o mito: “cruzar as pernas não é o motivo pelo qual as varizes aparecem”, diz.

De acordo com o médico, o fato de se passar muito tempo na mesma posição — em pé ou sentada – e ser principalmente ser sedentário é que contribui para o surgimento das varizes. “A pessoa que se movimenta pouco vai ter mais tendência ao aparecimento das varizes porque o retorno venoso se torna mais difícil. A panturrilha precisa ser estimulada e fortalecida para poder enviar o sangue de volta ao coração e, quando o indivíduo não se mexe, ela não contrai para colaborar com esse retorno venoso.”

Sedentarismo, tabagismo, uso de pílula anticoncepcional, herança genética, entre outros, são fatores que também predispõem ao aparecimento das varizes. Focássio alerta ainda que o problema é mais do que estético: “muita gente negligencia as varizes achando que ela é apenas um problema de aparência e, na verdade, não é. As varizes prejudicam a qualidade de vida do indivíduo, é uma importante causa de afastamento laboral no Brasil e ainda é um dos fatores que aumenta o risco da trombose venosa profunda, que pode ser fatal”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.