Dicas para Ter uma Boa Relação com os Brinquedos

Brincar é algo muito presente especialmente nos primeiros anos das nossas vidas e é fundamental para o desenvolvimento infantil.

Durante o ato de brincar, as crianças desenvolvem habilidades essenciais que o tornarão capazes de aprender, além de estimular o conhecimento do próprio corpo, da força, da elasticidade, do desempenho físico, da coordenação motora, das habilidades do raciocínio, estimula a criatividade, auxiliar no convívio social, etc. Isso significa, que devemos brincar com as crianças desde o seu nascimento. 

É importante ressaltar que para brincar não significa que seja necessário ter um brinquedo, um objeto físico nas mãos. É possível brincar exercitando a imaginação e o “faz de conta” e essa é uma experiência extremamente benéfica para as crianças. 

Algumas outras dicas importantes a respeito do brincar, quando a atividade envolve brinquedos, são as seguintes

– Ensine as crianças, desde bem pequenas, que ao final da brincadeira é preciso organizar o seu espaço, ou seja, recolher e arrumar os brinquedos; 

– Instrua que a criança brinque com um item por vez e quando for trocar por outro, guardar o anterior primeiro; 

– Pratique um exercício com a criança sempre que receber um pedido para compra de um brinquedo novo: pergunte a ela sobre os brinquedos que ela já tem e que são parecidos com aquele que é desejado, questione como esse novo item seria utilizado nas brincadeiras e outros pontos. Dessa forma, é possível que a criança perceba que aquele brinquedo não é tão importante e necessário quanto parecia e até desista do pedido. No entanto, se realmente for significativo e a opção for por comprá-lo, valorize a aquisição de modo que a criança não encare como algo banal; 

– Explique sempre que não é necessário ter um grande volume de brinquedos e que o importante é ter aqueles que realmente serão úteis nas brincadeiras. Ensine, desde cedo, sobre a importância do consumo consciente; 

– Faça sempre uma revisão dos brinquedos junto com a criança para avaliar até que ponto aquele brinquedo ainda faz sentido ou interessa a ela. Incentive a doação daqueles que estiverem em bom estado; 

– Estabeleça um acordo com a criança: sempre que um novo brinquedo chegar um antigo deve ser doado; 

Explique para a criança a importância de manter os brinquedos organizados e higienizados. Crianças levam muito as mãos à boca. Ressalte que brinquedos bem cuidados e sempre limpos durarão muito mais; 

– Oriente sobre a importância do cuidado com os brinquedos, não só pelo valor que o item tem, mas, principalmente, para que ele possa fazer outra criança feliz, estando em perfeito estado, quando chegar o momento de ser doado;  – Estimule a criança a compartilhar os brinquedos sem brigas ou ciúme. Isso pode ser feito em casa, em pequenas atividades do dia a dia, durante suas brincadeiras preferidas, por meio de contações de histórias ou durante o lanche, por exemplo. Também é interessante conversar e explicar como é gostoso poder brincar com outras crianças, como pode ser divertido emprestar um brinquedo e pegar outro emprestado também. Vale, ainda, ensinar pelo exemplo, compartilhando e dividindo o tempo todo dentro de casa e deixando isso claro para a criança.

Sueli Conte

Especialista em educação, psicopedagoga, mestre em neurociência, diretora e mantenedora do Colégio Renovação, instituição com mais de 35 anos...

Veja o perfil completo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.