Livros e Revistas Infantis Antigos

A literatura infantil surgiu nos meados do século XVII : primeiro com a descoberta da prensa e depois com a ascensão da família burguesa, e também houve um novo olhar sobre a criança, que era um ser em desenvolvimento e que deveria se distanciar do mundo do adulto. Ela deveria então ter uma educação especial para garantir seu desenvolvimento com sucesso para ascender ao mundo adulto.

Começou-se a publicação dos grandes clássicos que não só serviam para entreter, mas ensinar padrões sociais às crianças. Para as moças servia para encontrar e idealizar um príncipe, como mostrado em A Bela Adormecida e Cinderela. O livro como Chapeuzinho Vermelho, onde uma moça rebelde deparava com situações difíceis, como enfrentar o Lobo Mau, ou seja a camponesa não devia andar sozinha. Isso mostra como os contos serviam para instruir mais que divertir.

O mundo literário infantil foi evoluindo com livros tendo a presença de ilustrações fazendo as crianças manusear os livros com mais interesse, mostrando os animais como seus melhores amigos, com sons e luzes, como também vieram as revistas infantis e seus personagens como: Luluzinha que nasceu em 1935, Picapau em 1940, Pato Donald em 1934.

A literatura infantil proporciona, até os dias atuais, desenvolvimento emocional, social e cognitivo, o hábito da leitura proporciona um elo importante da criança com seus pais, irmãos e com a escola, que seguirão para toda a sua vida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *