Os maiores perigos dentro de casa para o bebê recém-nascido

Há poucos perigos para um recém-nascido dentro de casa, mas por parecerem coisas simples acabam representando grandes riscos

Não é preciso muito trabalho para manter um recém-nascido seguro. Nesse período, o bebê ainda é muito pequeno para se meter em encrencas. Ele ainda não pode colocar botões na boca, subir em escadas nem sair do berço. Mas, aprenda desde já como deixar seu bebê em segurança. Mesmo recém-nascidos precisam de alguma atenção especial nessa área.

Na hora de dormir

Para reduzir o risco da síndrome da morte súbita, o bebê deve dormir de barriga para cima em um colchão firme. Cobertores, mantas, travesseiros, protetores de berço e pelúcias não devem fazer parte do ambiente de sono da criança, ou seja, devem ser retirados do berço enquanto o bebê estiver nele. Um macacão quente ou um pijama é a escolha mais segura do que uma manta para manter o bebê quentinho. A manta pode enroscar na criança, sufocando-a. O colchão deve ser justo dentro do berço para que não haja espaço para o bebê ficar preso nas laterais. Verifique se não há nenhuma parte quebrada ou pontiaguda no berço. O berço deve ser aprovado pelo INMETRO.

Na hora da troca de fralda

Mesmo os menores bebês podem rolar do trocador se deixados sozinhos. Nunca saia de perto do trocador enquanto o bebê estiver nele. Esqueça telefones tocando, campainhas etc. Antes de colocar o bebê no trocador, verifique se tem à mão tudo o que vai precisar. Mesmo que a troca seja feita em cima da cama do casal, o risco é grande pois alguns bebês conseguem se virar e rolar em questão de segundos. Caso esteja insegura, faça a troca no chão, com um acolchoado, até pegar a prática.

Na hora do banho

Um encosto de banheira é um ótimo auxílio mas pode criar uma sensação de falsa segurança. Já houve muitos casos de bebês que se afogaram escorregando desses encostos. O ideal é nunca deixar o bebê sozinho nem por um segundo na banheira. Tapetes antiderrapantes também podem ajudar as novas mamães. Jamais deixar o bebê na banheira, mesmo que “rapidinho” só para atender um telefone ou abrir a porta de casa para alguém que chegou. Mas se atender o telefone ou abrir a porta for realmente importante, então retire o bebê da banheira, enrole-o em uma toalha e leve-o com você. Depois volte com ele para o banho em segurança.

Bebê na banheira sendo observado pelo pai - Foto: Irina Schmidt/Shutterstock.com

Outros perigos podem rondar sua casa

Deixe objetos pesados ou quebráveis longe do alcance da criança. Coloque o berço e o trocador longe de janelas e cortinas.

Um tropeção ou queda pode ser um grande acidente quando se está com um bebê no colo. Evite-as instalando luzes noturnas, antiderrapantes nos tapetes e corrimões nas escadas.

Chupetas e prendedores de chupeta

Cuidado com chupetas e prendedores “customizados” pois as peças que foram coladas neles podem se soltar e serem engolidos pelo bebê. Também não se pode garantir que tintas e colas utilizadas nessas customizações não são tóxicas, portanto, na dúvida, não utilize. Chupetas devem ter o selo do Inmetro, mas chupetas customizadas não possuem esse selo, pois não foram avaliados pelo Inmetro. Não compare o perigo potencial de uma customização de chupeta com a customização de um chinelo de borracha.

Leia mais sobre o perigo das chupetas customizadas:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.