A Saúde do Ouvido Pede Cuidados no Verão

A infecção de ouvido pode ser média, se acontece atrás do tímpano e normalmente é causada por vírus ou bactérias associados a problemas respiratórios, como rinite, sinusite, gripe e resfriado; ou externa, ocasionada por excesso de água nos ouvidos ou trauma causado pela inserção de objetos, como hastes flexíveis, grampo etc. Segundo a médica otorrinolaringologista Dra. Maura Neves, da USP,

“O canal auditivo é bastante estreito. A água entra e não seca totalmente, deixando a pele muito úmida e gerando fissuras que levam às infecções, em razão disso no verão, vemos um aumento da frequência da otite externa justamente por conta dos banhos de piscina, mar, cachoeiras. “, explica a médica.

“De acordo com a Dra. Maura Neves, o tratamento é feito com remédios e o paciente precisará ficar por volta de 10 dias longe de atividades aquáticas, dependendo da gravidade. O ideal é evitar deixar a água entrar nos ouvidos e mantê-los sempre secos, sem usar objetos para limpar ou secar o órgão.

Abaixo, a otorrrino enumera algumas dicas para prevenir a otite:

1. Deverá secar os ouvidos com a ponta de uma toalha, após nadar.

2. Deite a cabeça para o lado e encoste a orelha em uma toalha para a saída do líquido, se sentir a presença de água dentro do conduto.

3. Procure ajuda de um otorrinolaringologista, ao observar que água não saiu e ao menor sinal de secreção no ouvido, que pode ser escura ou amarelada.

4. As hastes flexíveis servem apenas para limpar a parte externa da orelha e não devem ser introduzidas no canal auditivo.

5. É extremamente importante não colocar nenhum tipo de objeto dentro do ouvido para coçar, já que o ouvido úmido pode causar coceira.

6. Apenas o médico poderá dar a orientação adequada, no caso de dores, não se deve pingar remédios caseiros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *