Endocrinologista dá Dicas para Controlar o Apetite no Frio

Os meses mais frios do ano chegaram e junto com a mudança da estação a alimentação também acaba mudando bastante.

Mas, segundo a endocrinologista é preciso ter cautela, já que no frio é comum diminuir a quantidade de atividade física, o que, junto com o consumo descontrolado de alimentos, pode alterar o peso e até prejudicar a saúde.

Felizmente, existem dicas para controlar a fome no frio:

  • Não deixar de lado as atividades físicas – pois mesmo parecendo difícil, o exercício ajuda a regular hormônios como a serotonina e a melatonina, essenciais para que a mente permaneça saudável no período, com bom sono e disposição para atividades do dia a dia.
  • Hidratação é fundamental – para manter o corpo em atividade e evitar a desidratação. Além de garantir que se tenha níveis “normais” de fome.
  • Sopa é ótimo, mas precisa de atenção no preparo — Dra. Thais alerta: “cuidado para não colocar itens demais, já que tudo parece combinar com uma sopa no inverno. O ideal é adicionar no máximo 4 tipos de vegetais, um macarrão leve, um tipo de carne, e maneirar no consumo de queijo”.
  • Não deixe as saladas de lado – são ótima fonte de fibras e nutrientes, o que deixa a alimentação balanceada. Se for difícil comer salada no frio, escolha opções que possam ser refogadas com azeite, como repolho, couve, espinafre e agrião, combinando-os com alguns vegetais, como cebola e tomate. Ficará saboroso.
  • Massas são ótimas opções, mas também precisam de cautela – lasanha todos os dias é um pouco complexo. Um macarrão cheio de queijo ou molhos muito calóricos também. É só equilibrar, que dará tudo certo.
  • Um mingau vai muito bem – existem diversas opções, fazendo-o com aveia, frutas, dentre outros. É só observar o tipo de leite utilizado, trocando-o por opções menos calóricas ou até mesmo água, e incluir uma tigela de mingau no café da manhã ou lanche da tarde para se sentir quentinho e saciado.
  • Bebidas quentes são uma ótima opção – a exemplo de chás, mas até mesmo variedades de cafés. Chocolate quente também, mas em menor quantidade ou com leites menos gordurosos.
  • Frutas e oleaginosas para os lanches – banana, abacate e oleaginosas, como nozes e castanha, irão fazer muito bem para o corpo enquanto tem um tempo frio lá fora.

“O que este período realmente precisa é de equilíbrio no consumo dos alimentos, de maneira que o seu corpo seja nutrido e saciado, enquanto tenta ao máximo te manter quentinho e ativo”. Finaliza a médica.

Autoria: Dra. Thais Mussi Endocrinologista e Metabologista pela SBEM – CRM 27542-PR 118942-SP RQE 373

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.